Saúde Mental


O jardineiro fiel.

Filme presente nas locadoras.

Fora a trama romantica e angustiada do protagonista, de fundo nos temos questões pertinentes a industria farmaceutica.

Trata de uma ficção, mas a idéia não é absurda.

 



 Escrito por Flavio N. Soares às 21h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




Fenix

Era para escrever sobre a ave Fenix, que renasce.

Mas nada melhor que Rogério Ceni.

Muitas vezes após uma derrota na vida, é dificil se levantar, muitos não conseguem, outros demoram bastante tempo.

Rogério Ceni falhou na final da Libertadores, um título foi perdido.

Fora isto, por causa de um acidente de carro faz uma semana, um goleiro reserva do São Paulo morreu e outro esta tetraplegico. Eram garotos que ele ajudava a treinar, pensando no seu sucessor, tanto que um deles ensaiva cobranças de falta.

Com tudo isto era esperado que ele ficasse cabisbaixo, não jogasse bem, mas eis que ele ressurge.

Após o time do São Paulo estar perdendo por 2 x 0 do Cruzeiro no Mineirão, penalidade para o Cruzeiro. Eles fariam 3 x 0, seria o final do jogo, mas lá estava ele, defendendo a penalidade. Não bastasse ele marca dois gols, se torna o goleiro que mais fez gols em toda a história do futebol no mundo. Fora 3 defesas maravilhosas durante o jogo.

Rogério se superou, era um dia ele para ele sair sorrindo de campo, mas mantinha uma cara fechada, mostrando que as coisas ainda estão no seu coração, mas deu mostras de superação.

Temos que falar do apoio da Torcida, como fossem sua familia e amigos que não paravam de gritar o seu nome antes do jogo, dando apoio ao jogador. Mostrando a importancia das pessoas proximas, do apoio.

Lógico que no mundo não existem só pessoas legais, quantos não torceram contra, vide as inumeras piadas de internet, os jornalistas que culparam Rogério Ceni. Assim como na vida isto acontece e hoje até os seus críticos estão de pé aplaudindo os seus feitos.

A vida imita a arte. Futebo é arte. Rogério mostrou seu lado Fenix, da recuperação e de todas as coisas que acontecem ao redor. Parabens Rogério Fenix.



 Escrito por Flavio N. Soares às 15h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




Muito da historia da psiquiatria se apaga

O Estado de São Paulo, Segunda-feira, 19 de dezembro de 2005 - 22h08
 
Incêndio destrói 107 anos de história do Juqueri

Hospital Psiquiatrico do Juqueri, em dezembro de 1971
São Paulo - Cerca de 136 mil documentos que guardavam boa parte da memória da psiquiatria no Brasil foram destruídos pelo incêndio que atingiu no sábado o prédio administrativo do Hospital Psiquiátrico do Juqueri, em Franco da Rocha (SP). Seis horas de fogo transformaram em pó um acervo formado por milhares de relatórios médicos, 15 mil livros e os prontuários de todos os pacientes que passaram pela instituição em seus 107 anos de existência - um conjunto que demonstrava em detalhes a evolução no diagnóstico e tratamento de transtornos mentais no Brasil.

O fogo também destruiu o prédio de dois pavimentos projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo, construído em estilo neo-romântico e tombado pelo Patrimônio Histórico. A sede havia acabado de passar por uma restauração que incluiu renovação da estrutura elétrica, reforma de telhado, piso e vitrais. As obras foram concluídas na quinta-feira. Os andaimes usados na restauração acabaram retorcidos pelo fogo. Os arquivos e a biblioteca - consultados por médicos e estudantes de todo o País - estavam no porão do prédio, onde o incêndio começou.

"O fogo se alastrou de maneira rápida", diz a psiquiatra Maria Alice Scardoelli, diretora do Núcleo Assistencial do Juqueri. Uma das primeiras pessoas chamadas na hora do incêndio - que começou por volta das 2h30 de sábado -, Maria Alice chegou a tempo de ver 37 bombeiros tirando mangueiras de 15 viaturas para tentar controlar as chamas. Quando ficou claro que estava tudo destruído, a médica se sentou em um dos dois bancos de pedra colocados na entrada do casarão. Viu teto e paredes despencando e a fumaça se alastrando em volta do busto de Franco da Rocha, o psiquiatra que concebeu o hospital.

Parte dos pacientes da instituição - acomodados em dois pavilhões que ficaram intactos - tentava espiar as chamas. Alguns perguntavam se ainda haveria um almoço coletivo marcado para o dia seguinte". "Foi uma cena de uma tristeza absurda", lembra a psiquiatra. Peritos do Instituto de Criminalística de Guarulhos isolaram o casarão e devem apontar as razões do incêndio nos próximos dias.

A destruição dos arquivos do Juqueri é a eliminação de boa parte da história da loucura no Brasil. O conjunto de textos evidenciava a maneira como os distúrbios foram vistos ao longo das décadas até mesmo na linguagem usada para descrever pacientes. No início do século 20, eles eram "alienados" ou simplesmente "loucos". Com o passar dos anos, se transformaram em "portadores de transtornos".

A biblioteca armazenava ainda curiosidades, como a cópia de cartas trocadas entre Osório César, diretor do complexo nos anos 20, e Sigmund Freud, o pai da psicanálise. A correspondência mostrava Osório enviando os originais de seu livro A Expressão Artística dos Alienados para Freud, que topava publicá-los na revista Imago e registrava sua satisfação por ver o interesse que a psicanálise despertava no Brasil.

O Juqueri perdeu sua memória no momento em que passa pela última fase de um processo de desativação que durou décadas. O hospital foi inaugurado em 1898, como referência do novo modelo de tratamento hospitalocêntrico, que crescia à medida que a psicanálise se aproximava da medicina.

Em poucas décadas, o lugar se transformou em um circo de horrores e passou a ser conhecido como "A Cidade dos Loucos". Nos anos 60, cerca de 16 mil pacientes vagavam pelos pátios do complexo, que ocupa 1.927 hectares, ou eram enclausurados em pavilhões. Além de pessoas com distúrbios mentais, o lugar recebia indigentes, deficientes físicos e dependentes químicos. A maneira mais comum de tratá-los eram terapias de choque e remédios em escala industrial.

"Com o desenvolvimento da farmacologia e tratamentos em unidades especializadas, essa a concepção asilar, baseada no confinamento, perdeu o sentido", diz José Cassio do Nascimento Pitta, professor-assistente e chefe do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O Juqueri passou a ser progressivamente esvaziado. Em alguns casos, conseguiu encaminhar pacientes de volta para casa. Em outros, promoveu a mudança de internos para preencher o modelo terapêutico estabelecido pelo SUS e manter no máximo 40 pacientes em cada um de seus 27 módulos.

Hoje, há 615 pacientes no hospital. A maioria já tem data de transferência marcada. Até o fim da semana, 40 deles devem entrar em um ônibus para ser levados até unidades de tratamento psiquiátrico em Sorocaba. No início do ano, outros cem serão transferidos para São Roque. "Até o fim de 2006, a instituição deve ficar com cerca de 200 pacientes, 40 deles no módulo de casos agudos", diz a diretora-técnica do hospital, Maria Tereza Gianerini Freire.

Angélica Santa Cruz
type=text/javascript>middle();


 Escrito por Flavio N. Soares às 22h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




O operario.

The machinist - Espanha - 2004

Uma atuação brilhante de Christian Bale, que emagreceu cerca de 30 Kg para fazer este filme.

Filme muito interessante sobre psicose.

Outro filme que ficou pouco tempo em cartaz nos cinemas de São Paulo, agora em DVD.

A vontade é de descrever mais o filme, mas se eu fizer isto revelo o final.




 Escrito por Flavio N. Soares às 00h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




Discussão a vista.

Em breve deve estar entrando no mercado um medicamento de nome estranho, o BilDil, indicado para Insuficiência Cardiaca.

A grande discussão se trata da questão que este medicamento é indicado para negros.

Isto já esta causando celeuma, vários grupos americanos, estão contra a aprovaçao do FDA para a medicação, dizendo que isto se trata de racismo.

Muito estranho tudo isto, é como afirmar que todas as pessoas sejam iguais, que todos os medicamentos atuem homogeniamente nas pessoas e o que nos acabamos percebendo é que um determinado remédio pode causar diferentes reações nas pessoas que recebem o tratamento. Caso nos saibamos, que por uma determinada caracteristica, que pode ser peso, sexo, etc., esta droga funciona melhor ou pior. pode facilitar a vida dos pacientes.

As igualdades devem ser sociais, com acesso e direito igual para todos, sem preconceito. Mas impedir pesquisas ou medicamentos baseadas em caracteristicas especificas das pessoas é uma tremenda confusão que estes grupos estão querendo causar, sem saber o que realmente estão falando.

Vamos esperar quando esta nova medicação chegar, para saber a repercussão.




 Escrito por Flavio N. Soares às 20h11
[   ] [ envie esta mensagem ]




Filme - Mar Adentro

Um filme que faz pensar sobre a questão da Eutanasia

Este drama filmado na Espanha em 2004, mostra as dificuldade de um homem que esta desde os 20 anos restrito a cama, por causa de um acidente que levou a tetraplegia.

Ele luta na justiça pelo direito de escolher morrer.

É um filme forte, pesado, mas que faz a gente pensar sobre muitas coisas.

Mas quando voce for assistir esteja preparado, pois ele é muito denso e envolve questões importantes, principalmente para todos aqueles que lidam com saúde.

Ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro além de ter ganho 14 premios Goya.

Foi indicado tambem para o Oscar de Maquiagem do Oscar. Atuação brilhante de Javier Bardem.




 Escrito por Flavio N. Soares às 20h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




FILME - JORNADA DA ALMA

Soube deste filme a poucos dias, através de uma amiga, a Cris.

Passou quase incognito quando estava nas telonas, mas agora se encontra nas locadoras.

Trata-se de uma produção da França/Italia/Inglaterra.

Conta a história de Sabrina Spielrein, uma das primeiras a utilizar a psicanálise na educação infantil na Russia.

Baseado no livro: "Um método muito perigoso: Jung, Freud e Sabina Spielrein-a história ignorada dos primeiros anos de psicanálise". (editora Imago - 1997) de John Kerr, conta a história do relacionamento médico paciente de Jung e sua primeira paciente analisada pelo método Freudiano. Mas as coisas fogem de controle, e do divã ela passa para a cama do nosso psiquiatra.

Estas revelações foram feitas baseadas no diario de Sabina, e nas cartas trocadas entre Sabina, Jung e Freud.

Seguindo a linha do filme, o rompimento entre Freud e Jung, não foi meramente cientifico-filosófico, mas baseado em algo bem palpavel. Freud não teria concordado com o ocorrido entre Jung e sua paciente.

Infelizmente o filme peca em algumas falas entre o jovem Jung e sua esposa, quando ela já prediz logo no início do filme que os dois iriam brigar. E outros fatos que acredito sejam dificeis de serem comprovado.

Vale mais para saber um pouco mais sobre a história de Jung e Sabina, mas fiquem um pouco com o pé atras, pois e dificil saber até onde os relatos são reais.


 



 Escrito por Flavio N. Soares às 14h39
[   ] [ envie esta mensagem ]




EUA proíbem remédio para idosos

Remédios de uso psiquiátrico dado a idosos com alteração de comportamento podem provocar insuficiência cardíaca ou morte súbita ou ainda infecções, principalmente pneumonia.
Esses remédios fazem parte da medicação antipsicótica, aprovada para o tratamento da esquizofrenia. Nenhum desses medicamentos, entretanto, está aprovado para o tratamento de desordens do comportamento em pacientes idosos com demência.
O FDA (Food and Drug Administration), centro de avaliação e pesquisas de drogas do Departamento de Saúde dos EUA, observou que o tratamento de alterações de comportamento dos idosos portadores de demência senil com medicação antipsicótica atípica está associada ao aumento de mortalidade desses pacientes.
Um estudo foi feito com 5.106 pacientes por meio de 17 testes de controle realizados com olanzapine (Zyprexa), aripiprazole (Abilify), risperidone (Risperdal) ou quetiapine (Seroquel) em idosos demenciados portadores de desordens do comportamento.
A pesquisa mostrou em 15 dos 17 testes aumento da mortalidade no grupo tratado com esses remédios, em comparação com pacientes que receberam placebos (comprimidos inócuos, sem nenhuma atividade química).
Para o FDA, esses medicamentos antipsicóticos atípicos cabem em três classes de drogas baseadas em suas estruturas químicas. Como a mortalidade aumentou nas três classes químicas desses medicamentos, o FDA concluiu que esse efeito está provavelmente relacionado com os efeitos farmacológicos comuns a todos os remédios antipsicóticos atípicos, incluindo aqueles que ainda não foram analisados sistematicamente na população idosa com demência senil.
O FDA acrescentou à proibição das drogas estudadas para os idosos o clozapine (Clozaril) e ziprasidone (Geodon). Symbyax, uma mistura de olanzapine e fluoxetine, aprovada para o tratamento da depressão associada à desordem bipolar, também está no grupo de uso contra-indicado para idosos demenciados.
Finalmente, o FDA recomenda aos laboratórios produtores desses medicamentos incluir na bula, com destaque, um aviso especial descrevendo o risco potencial e que essas drogas não estão aprovadas para o tratamento de idosos demenciados com alteração de comportamento.

Fonte: Folha de SP

 Escrito por Flavio N. Soares às 02h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




CAPS - Sao Paulo

Embora com equipes completas, o Caps (Centro de Atenção Psicossocial), serviço que atende pacientes com transtornos mentais, não possui prédios adequados para a prática dos serviços.
São três os tipos de Caps: adulto, infantil e para dependentes de drogas e álcool. São 41 unidades na cidade, sendo dez para atendimento de crianças e adolescentes, dez para drogados e alcoólatras e 21 para adultos.
Na última semana, a reportagem percorreu as instalações de nove centros nas zonas norte, sul, leste e oeste da capital. Apenas um espaço é totalmente adequado, o Caps Álcool e Drogas de Ermelino Matarazzo (zona leste), administrado pela entidade ASF (Associação Saúde da Família). Nos outros, há problemas dos mais variados -como um consultório improvisado em uma garagem.
Os centros foram criados em 2002 pelo então ministro da Saúde José Serra (PSDB), hoje prefeito. Existem nas unidades serviços ambulatoriais (os pacientes passam por consultas com psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais e pedagogos) e de tratamento intensivo. O principal objetivo do Caps é substituir o confinamento de pessoas com transtornos mentais em asilos psiquiátricos. Eles procuram evitar internações prolongadas, que distanciam o doente da família.
A unidade que recebeu a pior avaliação é a que atende adultos em Ermelino Matarazzo. Sem espaço para criar novos consultórios na casa que abriga o serviço, foi necessário adaptar a garagem. Lá foram colocadas divisórias que deixam vazar o barulho da rua.
No fundo da casa, entre as salas de atendimento e o refeitório, uma piscina com profundidade de 1,90 metro, coberta apenas por uma tela fina de náilon, coloca em risco a saúde dos usuários e dos profissionais.
No Caps Jabaquara (zona sul), que atende dependentes de álcool e drogas, o prédio era, originalmente, um velório. Uma das salas administrativas cedeu espaço para receber o setor de enfermagem. Na cozinha, há infiltração.
O Caps que atende crianças da Lapa (zona oeste) não possui fraldário. Uma das salas faz divisa com um consultório de uma UBS (Unidade Básica de Saúde).
O número de centros também não é suficiente. A portaria 336, de 19 de fevereiro de 2002, estabelece que deve existir três Caps (um de cada tipo) a cada 200 mil habitantes. São Paulo, no caso, precisaria de mais 109.

Fonte: Folha de Sao Paulo




 Escrito por Flavio N. Soares às 04h25
[   ] [ envie esta mensagem ]




Oxi

Uma pesquisa feita com usuários de drogas do Estado do Acre apontou a existência no país de uma nova droga: o oxi ou oxidado. A substância é derivada da pasta base de cocaína, ainda sem composição definida e com efeito no organismo tão ou mais devastador que o do crack.
Usuários da nova droga foram localizados em Rio Branco e nos municípios de Epitaciolândia e Brasiléia, no sudoeste do Acre, na fronteira com o Peru e a Bolívia.
Segundo dados da pesquisa, a nova droga tem consistência semelhante a uma pedra e é encontrada nas cores roxa, amarela, branca ou preta. O oxi pode ser granulado para ser fumado com cigarros de tabaco ou maconha ou queimado em cachimbos improvisados como o crack.
"O oxi é mais devastador do que o crack. Tanto que os usuários de crack não usam o oxi porque sabem que a fissura é muito forte", disse a psicóloga Helena Lima, coordenadora da pesquisa.
Segundo Lima, a droga atua no sistema neurovegetativo, que controla as funções digestivas, cardíacas e respiratórias.
Segundo a Polícia Federal, o grama do oxi pode variar de R$ 2 a R$ 10.
O relatório final da pesquisa "Vulnerabilidade à Aids por Usuários de Drogas", elaborada pelo Ministério da Saúde e pela ONG Reard (Rede Acreana de Redução de Danos), foi divulgado ontem, na Assembléia Legislativa do Acre, em Rio Branco.
A coleta de dados foi feita no segundo semestre de 2003. Foram ouvidos 80 usuários de drogas em Rio Branco, Epitaciolândia e Brasiléia. Segundo Lima, pelo menos 25 usuários pesquisados que consumiam oxi já morreram.

Fonte: Folha de Sao Paulo.



 Escrito por Flavio N. Soares às 10h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Comentando as noticias.

A primeira das postagens abaixo, nota baixa vai para mim mesmo, pois nao lembro do nome das pessoas que deram as entrevistas, deveria ter prestado mais atenção até para colocar aqui no BLOG, so sei que o que apareceu na tv falava que nao adiantava internar o casal de Campinas, pois os hospitais publicos eram iguais aos do filme. A outra pessoa que estava no programa, acho que era Goldenberg, falou que nao poderia opinar sobre Hospitais Publicos, pois nao conhecia, mas conhecia pessoas competentes que trabalhavam nestes hospitais.

Na segunda noticia a primeira duvida que fica e com relação de onde eles vao cumprir a pena, no manicomio judiciario ? Hospital Particular ? Ou ele ira permanecer na casa de custodia de Taubaté ?

Mas e um caso estranho, eles faziam uma sertaneja, conseguiam executar bem as suas funçoes, e em um mesmo dia os dois subtamente surtam. Estou longe do caso, nao conheço o casal, mas chutando absurdamente, isto me lembra uso de substancias psicoativas, caso seja isto mesmo, imagina, uma pessoa quer matar a familia inteira, usa alguma coisa antes, vai la executa a sua missão e depois vai dizer que tem problema psiquiatrico. Como eu falei antes, estou vendo o caso de longe, mas este precedente pode ter consequencias muito serias.

Por ultimo acho esta revalidação de titulo muito interessante, mas algumas questoes me vem a mente, a primeira que estas provas acontecem nos congressos nacionais que as especialidades fazem, portanto a pessoa para fazer tem que viajar para o congresso, dependendo da disponibilidade de tempo e dinheiro isto se torna por vezes inviavel, portanto seria interessante que as provas fossem regionais, realizadas no mesmo dia. Outra coisa esta relacionada a necessidade de se pagar a matricula para estas provas, sei que o custo delas é caro, mas ja que o individuo ja passou na prova uma vez, faz parte de uma categoria, por que nao as associaçoes pagarem por isto, ao inves disto eles adoram fazer novas sedes cheia de luxo. 



 Escrito por Flavio N. Soares às 21h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




Psicopatia na psiquiatria ??

Estava escutando na CBN, nesta semana um dos secretarios de estado falando sobre a questao da Febem.

Segundo o mesmo, que infelizmente nao lembro o nome ele dizia que as crianças psicopatas deveriam sair da FEBEM, para ir para os Hospitais psiquiatricos serem tratados.

Isto me deixa uma serie de perguntas.

1 - Psicopatia nao e um termo usual nas classificaçoes atuais de psiquiatria, o que eles estaria chamando de psicopatas ?

2 - Com sera realizada esta avaliação, por uma entrevista padronizada de um profissional qualificado ou pelos juizes nas varas criminais.

3 - Aonde existe em São Paulo, vaga para a internação de crianças ?

4 - Na entrevista ele falava em tratamento, qual o tratamento para psicopatia ? Termo este que nao e usado atualmente pela psiquiatria, portanto nao consigo nem achar isto em livros.

5 - Quem inventou este cara sem noçao para ser secretario ?

Mas um tecnocrata, que fala alguma coisa que nao tem a minima ideia.

O pior foi hoje a tarde, um psiquiatra, nao tenho a minima ideia de quem, dizendo que os hospitais do Estado sao iguais aos do filme bicho de 7 cabeça, ou ele nao viu o filme ou nao vai nos hospitais, coisa que acredito, ele tinha cara de psicanalista de consultorio, daqueles que vive em programas de TV e a unica coisa que ele atende são umas dondocas que adoram passsar no medico famoso da Televisão, para contar na reunião com as amigas no cha das 5.



 Escrito por Flavio N. Soares às 20h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




Psiquiatria e lei

O músico Alexandre Alvarenga e a mulher dele, Sara Maria Rosolen Alvarenga, acusados de terem tentado matar os filhos, devem ser absolvidos sumariamente pela 5ª Câmara Criminal do TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo. Dois dos três juízes já acataram a inimputabilidade dos réus, considerados vítimas de distúrbios mentais. O julgamento deve terminar somente na próxima quinta-feira (7), com o voto do terceiro juiz, Damião Cogan, que pediu para rever o processo.

A expectativa é que, em seu voto, Cogan defina a medida de segurança a ser aplicada aos réus. Para o relator do processo, Gentil Leite, que votou no último dia 23, ambos devem ser submetidos a tratamento psiquiátrico e permanecerem internados por pelo menos um ano. Porém, o juiz Gomes de Amorim, que votou ontem, diz acreditar que Sara deve cumprir tratamento ambulatorial por no mínimo um ano e que Alexandre deve ser internado por ao menos três anos.

Em caso se absolvição sumária, o casal não responde criminalmente pelo fato e, conseqüentemente, não vai a júri popular. A determinação contraria a sentença da Vara do Júri de Campinas, que os acusou de homicídio triplamente qualificado. Da decisão final, caberá recurso.

As agressões ocorreram no dia 2 de fevereiro de 2003, depois que o casal envolveu-se em um acidente de trânsito, em Campinas (95 km de São Paulo). Segundo testemunhas, o músico atirou o filho de 1 ano, que estava no colo da mulher, no pára-brisa de uma picape. O bebê atravessou o vidro e bateu no peito do motorista. Em seguida, ele foi a uma área de lazer e bateu a cabeça da filha de 6 anos contra uma árvore. A mulher consentiu com a ação.

Desde março de 2003, Alexandre está no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico de Taubaté (130 km de São Paulo), segundo a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária. Em abril do mesmo ano, a participação de Sara foi considerada passiva e sua prisão preventiva, revogada.

As crianças vivem com os avós maternos desde as agressões. Segundo o advogado de Sara, Pedro Renato Lúcio Marcelino, ela continua sendo submetida a tratamento ambulatorial, vive com uma irmã em Campinas e visita as crianças, durante duas horas, diariamente. "Pretendo recorrer apenas se a decisão for pela internação, pois prejudicaria as crianças", disse.

O casal formava a dupla sertaneja Xandy e Sara, e tem dois CDs gravados. Alvarenga também fez o arranjo de cordas da música "Meu País", da dupla Zezé di Camargo e Luciano, usada na campanha eleitoral do então candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em 2002.



 Escrito por Flavio N. Soares às 20h38
[   ] [ envie esta mensagem ]




Titulo de especialista

A partir de amanhã, entra em vigor uma resolução do Conselho Federal de Medicina que torna obrigatória a revalidação dos títulos de especialista de médicos a cada cinco anos.

O médico terá de se atualizar por congressos, cursos, palestras e publicação de trabalhos científicos, que contarão créditos para a revalidação do título.

Na prática, o médico não perderá o título se não passar pela capacitação, diz Isac Jorge Filho, presidente do Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de SP). Porém, será uma forma de o cliente saber se ele está atualizado. Segundo Jorge Filho, muitos terão dificuldades, especialmente os que têm vários empregos.

Hoje, cerca de um terço das sociedades de especialidades já faz a revalidação dos títulos, cada uma com sua regra.

A revalidação dos títulos já é rotina em outros países. Na Inglaterra, começa neste ano, após escândalo na região de Bristol, onde morreram mais de 30 crianças após cirurgia cardíaca. A apuração apontou que os médicos estavam desatualizados.



 Escrito por Flavio N. Soares às 20h25
[   ] [ envie esta mensagem ]




Fazia tempo.

Nossa, faz um tempão que eu nao posto nada no meu Blog, mas poucas noticias interessantes tem caido na minha mão.

As informações que eu mais me interessei tinham pouca relação com a medicina, em especial com a psiquiatria, como o casamento do principe da Inglaterra, vi todas as pessoas tirando sarro, com um preconceito enorme, por um padrao de beleza, comparaçoes com a princesa morta. Eu achei lindo, eles se amam a tanto tempo, agora a coisa nao e apenas para a imprensa e o grande publico e o amor que venceu depois de tantos anos.

Bem deixa eu parar senao vou comentar ate o casamento do Ronaldo e outras besteiras que vendem revistas e jornais, mas trazem pouca informação mas muita preocupação como os Severinos e seus amigos que queriam aumento.



 Escrito por Flavio N. Soares às 06h41
[   ] [ envie esta mensagem ]





 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem
Histórico
  20/08/2006 a 26/08/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  23/10/2005 a 29/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  10/04/2005 a 16/04/2005
  27/03/2005 a 02/04/2005
  27/02/2005 a 05/03/2005
  30/01/2005 a 05/02/2005
  23/01/2005 a 29/01/2005
  26/12/2004 a 01/01/2005
  07/11/2004 a 13/11/2004
  24/10/2004 a 30/10/2004
  17/10/2004 a 23/10/2004
  10/10/2004 a 16/10/2004
  03/10/2004 a 09/10/2004
  05/09/2004 a 11/09/2004
  08/08/2004 a 14/08/2004
  25/07/2004 a 31/07/2004
  11/07/2004 a 17/07/2004
  04/07/2004 a 10/07/2004
  13/06/2004 a 19/06/2004
  06/06/2004 a 12/06/2004
  09/05/2004 a 15/05/2004
  02/05/2004 a 08/05/2004
  25/04/2004 a 01/05/2004
  11/04/2004 a 17/04/2004
  04/04/2004 a 10/04/2004
  28/03/2004 a 03/04/2004
  14/03/2004 a 20/03/2004
  07/03/2004 a 13/03/2004
  29/02/2004 a 06/03/2004
  22/02/2004 a 28/02/2004
  15/02/2004 a 21/02/2004
  08/02/2004 a 14/02/2004
  01/02/2004 a 07/02/2004
  18/01/2004 a 24/01/2004


Outros sites
  psiqweb
  Cerebro e mente
  Charlatanismo
  IGNobel
  Mental Helth
  Wikipedia
  Leis em Saude Mental
  Psiquiatras na fogueira da igreja americana
  Cerebro nosso de cada dia
  Psiquiatria Geral